Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

B(V)logue de Alterne

Gosto de, sob o Facho, usar a Foice mas, tenho, no Martelo, o meu maior prazer.

B(V)logue de Alterne

Gosto de, sob o Facho, usar a Foice mas, tenho, no Martelo, o meu maior prazer.

21.11.19

Populismo, breve resenha


Vorph "Girevoy" Valknut

guarda.png

 

Na imagem o símbolo da Guarda de Ferro.

"Cristo também era radical." André Ventura, o deputado que se compara com Jesus, 
começou o dia a rezar - e avisou os jornalistas que o ia fazer.

 

Um Partido que:

1.Baseie as suas soluções em simplificações de problemas complexos é populista.
2.Recorra a uma retórica política identitária, associando uma raça, uma etnia, etc, a um conjunto de características viciosas intrínsecas (genéticas) é mais que populista (a sub-humanização antecede, SEMPRE, a barbárie, o genocídio - ex: as baratas tutsis, do Ruanda, os bacilos judeus, da Alemanha, os pretos, macacos, aqueles do sul da Europa...)
3.Tenha como líder alguém que acredita ter sido eleito por vontade de deus, confundindo, mais tarde, a letra do seu punho, com a letra divina.  Chegados aqui, o líder é já um Messias, e a sua Doutrina, texto sagrado. (no fascismo, "puro e duro", há sempre um fascínio pelo oculto - ex: Vril e Sociedade Thule)

1 (1).jpg

4.Que apele, que alimente, os mais baixos instintos (porque do Paleoencéfalo), como a defesa da "raça", a "honra do sangue", a violência como molde das mais belas virtudes (ex: valores militares), o temor pelo desconhecido, pelo Outro, pelo ambivalente, que defenda ser todo o castigo, resultado de uma culpa, qualquer - não há vitimas, apenas vitimização (Deus, lá saberá o que faz; o fatalismo estóico, como Ideal) -  adoptando, consequentemente, uma mundividência simplista, primária e binária da realidade (Nós vs Outros) é, também ele, um partido populista. 

5.Que resuma o seu programa político à Ordem e Segurança da Comunidade, sacrificando os Direitos, Liberdades e Garantias Individuais, é populista. 

 

André Ventura é Populista, com laivos de algo que, facilmente o podem levar ao sinistro.

 

Atenção: Prefiro a diversidade actual do Parlamento ao monolitismo anterior.

6 comentários

  • Não tenho opinião. Não tenho lado. Ninguém está do meu

    Obrigado, Júlio
  • Imagem de perfil

    júlio farinha

    21.11.19

    Caro Vorph,vai haver um dia que somos obrigados a ter uma opinião, ou não? Abraço.
  • Sim, claro, Júlio. Quando chegar a minha vez delegarei no conselho de sábios . Tudo de bom
  • Imagem de perfil

    júlio farinha

    21.11.19

    Sim, é mais cómodo. Mas quando a coisa começar a ficar preta só vai haver dois lados. E como serão antagónicos não vai ser preciso recorrer aos sábios que também estarão divididos.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.