Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Blogue de Alterne

Gosto de, sob o Facho, usar a Foice mas, tenho, no Martelo, o meu maior prazer.

Blogue de Alterne

Gosto de, sob o Facho, usar a Foice mas, tenho, no Martelo, o meu maior prazer.

 

Sinto não ser mais que uma cinza soprada,

Trazendo no peito um carvão ardido.

Melhor teria sido fechar-me dos anos que vivi.

Melhor teria sido o bom olhado do covil.

Pois nefandos são os dias,

E estranhas ficaram as minhas alegrias.

Tudo vi.

Os dias adiante, são como dias atrasados.

Ó, tivesse, mais cedo, a vida desistido de mim, 

E não ter visto a dor do meu pai, a morte da minha mãe,

E provado o sal do meu despedido irmão. 

 

Poema inspirado pelo espírito do Kalevala

 

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.