Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

B(V)logue de Alterne

Gosto de, sob o Facho, usar a Foice mas, tenho, no Martelo, o meu maior prazer.

B(V)logue de Alterne

Gosto de, sob o Facho, usar a Foice mas, tenho, no Martelo, o meu maior prazer.

13.06.20

O Holocausto da Escravatura


Vorph "ги́ря" Valknut

escravos-2.JPG

"Os nazis não foram responsáveis pelo anti-semitismo praticado pelo regime alemão. Afinal, o anti-semitismo nem sequer é alemão, sendo, inclusive, mais antigo do que a ideologia de Rosenberg". 

Declaração real de um idiota inventado. 

É frequente os racistas, ocidentais, usarem como argumento, bronco, tendente a uma relativização da responsabilidade europeia no comércio negreiro, a tal existência pré-colonial da escravatura no Continente africano. Julgam arranjar assim alguma atenuante, senão mesmo a Absolvição. É verdade que a escravatura é muito antiga, e que eu saiba, prática universal. Há quem afirme que dela ou por ela surgiu a Civilização. Não sei. O que sei é que quem usa estes ou aqueles argumentos comete um erro. Vejamos, também o anti-semitismo é secular na Europa. Recordo D. Manuel e os Reis Católicos, ou os pogroms ocorridos na Europa de leste, quer na Idade Média, quer no séc XIX. Tais perseguições eram esporádicas e os seus resultados imprecisos, excepto quando o Estado intervinha, através de uma propaganda brutal. Foi precisamente este o contributo singular dos Europeus no comércio esclavagista. A escravatura, sobretudo a subsariana, existia (sem organização estatal), mas foram os "civilizados" brancos que lhe deram uma dinâmica inigualável, uma técnica "científica", empregando, para o efeito, a máquina e organização estatal. Ou seja, aproveitaram uma prática cultural antiga, amplificando-a, exponencialmente, para seu bom proveito. Aliás, este aproveitamento, esta estratégia, foi também usada pelos nazis. Canalizaram a frustração das massas, recorrendo à propaganda massiva, usando o anti-semitismo larvar, para a prossecução das suas grotescas ideias.

Relembro que as estimativas apontam, aproximadamente, para 8 milhões de negros sequestrados do continente africano e vendidos nas colónias americanas. Um Genocídio Africano. 

E negar o Genocídio continua a ser crime, correcto? Ou é tudo relativo? 

4 comentários

Comentar post