Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

B(V)logue de Alterne

Gosto de, sob o Facho, usar a Foice mas, tenho, no Martelo, o meu maior prazer.

B(V)logue de Alterne

Gosto de, sob o Facho, usar a Foice mas, tenho, no Martelo, o meu maior prazer.

09.03.20

Necessitamos, como pão para a boca, de umas Depressões que nos animem.


Vorph "ги́ря" Valknut

Tenho-me recordado de Camus, e do livro, A Peste.

Adoeço ao ver todo este deprimente circo, montado em torno de uma pandemia cujo vírus :

1) apresenta um período de incubação até 15 dias.

2) a maioria dos infectados não desenvolve sintomatologia.

3) a sintomatologia é na esmagadora maioria ligeira e não patognomónica.

4) com uma taxa de mortalidade a rondar os 3%.

5) cujas vítimas mortais apresentam patologias intercorrentes.

Com todas estas características biológicas como diabos conseguirão contê-lo? 

A Comunicação Social portuguesa dá-me asco, as Instituições de Saúde Pública, nacionais e internacionais, ao invés de sossegarem a população, crucial para o controlo de qualquer pandemia e manutenção da ordem pública, inquietam e desassossegam.

Ou não nos contaram a história toda ou é tudo mau demais.

Os tempos parecem de peste cerebral, com a Itália a suspender funerais (de uma desumanidade atroz) e o Papa a dar hóstias on line.

Não tarda, de uma taxa de mortalidade de 3%, passaremos para uma taxa de desespero total.

Ao pequeno almoço, com sorte, terei direito a um directo do Júlio de Matos. Pergunto-me: E se isto tudo fosse mesmo a sério?

 

"The evil that is in the world comes out of ignorance, and good intentions may do as much harm as malevolence, if they lack understanding"

 

10 comentários

Comentar post