Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

B(V)logue de Alterne

Gosto de, sob o Facho, usar a Foice mas, tenho, no Martelo, o meu maior prazer.

B(V)logue de Alterne

Gosto de, sob o Facho, usar a Foice mas, tenho, no Martelo, o meu maior prazer.

14.08.20

A intolerante tolerância para com a Extrema Esquerda


Vorph "ги́ря" Valknut

b201c73cb7bc48d9356172dece629cf7--russian-construc

Afirmar-se que existem portugueses racistas é uma coisa. Dizer que Portugal é um país estruturalmente racista, ou seja, cuja existência, viabilidade económica, é dependente de práticas políticas e sociais racistas é absurdo. Portugal não é o Sul dos Estados Unidos. Portugal não é a África do Sul do apartheid. Portugal não é a Alemanha ou a Hungria. Portugal não é a Índia, com o seu sistema de castas, ou a China, onde os uigures são perseguidos e marginalizados pela etnia, dominante, Han. Os Partidos de Extrema Direita devem ser permitidos, como o são os da Extrema Esquerda, cujos jornais oficiais fazem rasgados e monstruosos elogios ao genocida Estaline, afirmando que os milhões de ucranianos assassinados pelo georgiano homem de ferro são uma invenção imperialista. Considerando, pessoalmente, Ventura um patego, vejo muita hipocrisia nos que se indignam contra o discurso dos "fascistas" de Direita, que é, em muito, parecido com as orações dos extremistas de Esquerda. Uns perseguem "ciganos", outros porcos, sub-humanos, capitalistas. Uns com asteio da Comunicação Social, outros acossados por ela. Basta, mas não Chega!! 

2 comentários

  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.