Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

B(V)logue de Alterne

Gosto de, sob o Facho, usar a Foice mas, tenho, no Martelo, o meu maior prazer.

B(V)logue de Alterne

Gosto de, sob o Facho, usar a Foice mas, tenho, no Martelo, o meu maior prazer.

18.11.18

...


Vorph "ги́ря" Valknut

 

Sim, é uma questão civilizacional a proibição de quaisquer acitividades culturais que usem o sofrimento, a tortura animal, como parte da sua "atracção". Ao longo dos anos a preocupação das sociedades ocidentais, ditas desenvolvidas, tem sido a da protecção, por via legislativa, do bem estar animal, seguindo os conhecimentos produzidos pelas ciências médico veterinária, etologia, biologia, neurobiologia. As conclusões têm sido claras. Os mamíferos, independentemente do seu tamanho, têm estruturas cerebrais, neurológicas, endócrinas responsiveis à dor psicológica, ou física, sendo essa capacidade de percepção da dor mais desenvolvida, quanto mais complexos organicamente o são. Sim, o touro sofre, não sendo preciso titulo académico para sabermos, sentindo, o tormento pelo qual o touro passa. Existem uns que não acreditam ser o homem, responsável pelas alterações climáticas evidentes. Outros, que acreditam ter o animal um "certo tipo de prazer", ou, quanto muito, uma dor, vá lá, despicienda, ao ficar com o dorso esfacelado por facas. Idiotas, uns, bestas, outros.

 

http://www.hsi.org/assets/pdfs/bullfighting_letter_catalonia.pdf