Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

B(V)logue de Alterne

Gosto de, sob o Facho, usar a Foice mas, tenho, no Martelo, o meu maior prazer.

B(V)logue de Alterne

Gosto de, sob o Facho, usar a Foice mas, tenho, no Martelo, o meu maior prazer.

09.09.19

...


Vorph "Girevoy" Valknut

 

"Os que querem enriquecer caem em tentação e numa armadilha, e em muitas paixões irracionais e nocivas, que mergulham as pessoas em ruína e perdição. Raiz de todos os males é o amor ao dinheiro, por causa do qual alguns, estendendo-lhe os braços, se desviaram da fé e se trespassaram a si mesmos com dores numerosas."
São Paulo, Primeira Epístola a Timóteo, 9-10

 

Epístola, paulina, enchida, nas frequentes e ardentes oportunas contradições. Diz Paulo, que o mal desponta nos que querem enriquecer, presumindo, eu, que em Todos com tal ensejo. Termina, santo padre, ressalvando que, apenas em alguns, o ominoso desejo, pelo dinheiro, os deixa cair em perdição.

Pela semiótica da carta de Paulo imagino como São Josemaría Escrivá de Balaguer apascentava o seu rebanho, ou como outros, lendo as mesmas palavras, o fazem de igual modo, para os lados da Quinta do Patino, ou Cascais.

Primeiro: nem todos, por amor ao dinheiro, se perdem.

Segundo: pode-se amar o que o dinheiro compra, o seu fruto, sem se amar o dinheiro, em si.

Terceiro: de fora fica o ourudo , que de tanto ter querido e crido, já não acorda, querendo.

Paulo, o fariseu, bem amansou a palavra do zelota, tornando romba a espada do essénio, em nome do ecumenismo mitológico da cruz. Paulo, o reformador do ditado de cristo, que iniciado nos sofismas farisaicos fez do cristianismo, um paulismo, um paul.

Como me entendo, e se entende, mais esta breve sentença :

"Mais fácil é entrar um camelo pelo buraco de uma agulha, do que um rico no Reino do Céu."

Cristalina.