Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blogue de Alterne

Blogue de Alterne

...

Setembro 05, 2019

Vorph Valknut

Pensando como a pobreza, geral, pode servir de garantia a um Regime Político Marxista :

- Usado pela maioria, deserdada, como instrumento "justiceiro" sobre uma minoria proprietária, considerada como causadora das misérias do país. A "justiça" confunde-se, assim, formalmente com um castigo social , ao desapropria-la (Nacionalização dos Meios de Produção, Aumento, desproporcionado, dos Impostos sobre os Rendimentos mais altos, etc), sem, contudo, se criarem novas políticas económicas para que os que não Tinham, possam vir a Ter.

- Como um instrumento de vingança pessoal, mesquinho, seguindo uma lógica que permita a alguns não lutar pelo que seria natural e legitimo desejar-se, provocando a perda de propriedade, por parte de outros, inconscientes, ou não, os primeiros,  que aquela sua "falta de ambição" releva de uma incapacidade aquisitiva, derivada esta, de uma falta de engenho pessoal e não de uma conspiração do modelo político e social vigente (o Ideal Igualitário cria a errónea expectativa que todos temos capacidades iguais, sendo a desigualdade económica interpretada, sempre, como um tipo de "manipulação do sistema" ).

A crise, a pobreza, pode, desta forma, despoletar, paradoxalmente, cumplicidades deste género de invejas, ressentimentos, que implementam regimes de empobrecimento geral. A Infelicidade é mitigada quando todos forem miseráveis. O sentimento de pobreza é mais sentido quando existem "pobrezas desiguais" (pobreza absoluta vs pobreza relativa) - o marxismo não visa a sociedade sem classes, mas, sim, uma com uma única classe. De pobres.

Existem variadíssimos estudos, neuro-biológicos, sobre estes dois tipos de pobreza e os sentimentos, a ambos, associados (Schadenfreude).

As crises podem, enfim, servir como "desculpa" para as nossas próprias incapacidades.

Pág. 6/6

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D