Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blogue de Alterne

Gosto de, sob o Facho, usar a Foice mas, tenho, no Martelo, o meu maior prazer.

Blogue de Alterne

Gosto de, sob o Facho, usar a Foice mas, tenho, no Martelo, o meu maior prazer.

...

img_905x603$2017_06_19_19_49_50_639410.jpg

Ethos e Pathos

Judite Sousa foi destacada pela TVI para acompanhar de perto a tragédia vivida em Pedrógão Grande. Num dos vários diretos que fez, a jornalista protagonizou um momento, no Jornal das 8, que se tornou muito polémico. Enquanto relatava o que estava a acontecer no terreno, Judite Sousa tinha um corpo queimado ao lado.

 

Hélder Reis, apresentador da RTP, usou as redes sociais para partilhar o desagrado sobre a reportagem emitida pela TVI. "Para mim, como cidadão e profissional de comunicação, isto não pode ser. Fazer televisão ao lado de um corpo. Não, não. Este não é o caminho. Lamento. Estou em choque".

Daniel Oliveira que integra o programa 'Eixo do Mal', da SIC Notícias, também demonstrou estar contra o ocorrido. "Um corpo aqui ao meu lado, de uma senhora, que ainda não foi retirado", diz Judite de Sousa, a falar, numa reportagem, com um cadáver atrás, parcialmente tapado. Não mostro a imagem nem comento".

...

img_905x603$2019_01_05_21_16_42_810979.jpg

 

(De esquerda, para a direita ; D. Rosa, a irmã de Judite Suza, Judite Suza e a mãe).

 

Ethos (em grego antigo ἔθος : 'hábito, costume, uso'; ἦθος 'carácter, disposição, costume, hábito') é o conjunto de traços e modos de comportamento que conformam o carácter individual ou de uma comunidade.

 

O sentido da informação, ou melhor, a informação contida numa comunicação, depende, obviamente, daquilo que é afirmado, do contexto, em que é dito, mas, e sobretudo, do ethos do interlocutor. E o ethos do interlocutor adivinha-se no que mostra e no que diz. E pelo que mostra e diz infere-se o pathos ( a forma de agir) de cada um.

 

Consequentemente, a este intróito, é-me legítimo interpretar, da pior forma, a "apresentação" que Judite Suza fez de D. Rosa, referindo-se a esta, inicialmente, aquando da lançamento do seu último livro, como "a senhora cá de casa". 

 

...

sem nome.png

 

“Ideas that require people to reorganize their picture of the world provoke hostility.”

 

“Science was constructed against a lot of nonsense”

 

“quoting Tolstoy: “I know that most men, including those at ease with problems of the greatest complexity, can seldom accept even the simplest and most obvious truth if it be such as would oblige them to admit the falsity of conclusions which they have delighted in explaining to colleagues, which they have proudly taught to others, and which they have woven, thread by thread, into the fabric of their lives.”

...

"Entre o Emprego e os Direitos, é melhor ficar com o Emprego"

 

Diria:

Entre um prato de sopa, e uma prato vazio, prefiro sopa. Um dia, quem sabe, os "privilégios" dos trabalhadores se reduzam a uma questão de dieta.

 

Em retórica, a redução ao absurdo  serve para se chegar a uma conclusão, pré-concebida, empregando argumentos, que embora plausíveis, são absurdos. Um discurso, que use este tipo de argumentação, além de infantil é destituido de valor prático.

Exemplo: 

Argumento - Podemos morrer se, ao sairmos para a rua, levarmos com uma telha na cabeça (verdade).

Conclusão - Então o melhor é sairmos todos os dias, para a rua, com um capacete na cabeça (absurdo).

 

Toda a retórica populista é absurda.

 

 

...

2f532153ecd8de5f793a3536a80a3bc1.jpg

 

Uma no prego, outra na cruz.

 

O Papa Francisco declarou, quinta-feira, (dia 2) a “licitude moral” das histerectomias, mas apenas nos casos em que o útero se mostra incapaz de sustentar uma gravidez e em que os médicos estejam certos de que aquela redundará num aborto espontâneo “antes da viabilidade fetal”.

 

https://www.publico.pt/2019/01/07/sociedade/noticia/utero-nao-capaz-sustentar-gravidez-histerectomia-moralmente-licita-vaticano-1856697?utm_source=notifications&utm_medium=web&utm_campaign=1856697

 

Recentemente tivemos políticos a legislarem sobre o Plano Nacional de Vacinação sem consultarem, previamente, os Médicos. Agora temos frades com pretensões na Medicina.  Não tarda voltamos aos tempos em que a esquizofrenia era vista como possessão demoníaca. 

 

A verdade cientifica não se compadece com credos, mas com factos.

 

A deus o que é de deus, a Esculápio o que é da Medicina.

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais visitados

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D