Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

B(V)logue de Alterne

Gosto de, sob o Facho, usar a Foice mas, tenho, no Martelo, o meu maior prazer.

B(V)logue de Alterne

Gosto de, sob o Facho, usar a Foice mas, tenho, no Martelo, o meu maior prazer.

05.11.18

...


Vorph "ги́ря" Valknut

 

 

Não entres tão docemente

Não entres docemente nessa linda noite ;
Que a velhice arda e brade ao término do dia;
Grita, grita contra o apagar da luz que finda.

Embora o sábio entenda que a treva é bem-vinda
Quando a palavra já perdeu toda a magia,
Não entres tão docemente nessa noite linda.

O bom homem, na última onda que passa, ao entrever, ainda,
Seus débeis dons dançando à beira mar,
Grita, grita contra o apagar da luz que finda.

Ó louco que, a sorrir, canta o sol e brinda,
Sem saber que o feriu com a sua ousadia,
Não entres tão docemente nessa noite linda.

O grave, quase cego, ao vislumbrar o fim da
Aurora astral que o seu olhar incendiaria,
Grita, grita contra o apagar da luz que finda.

Assim, meu pai, desse alto que nos desfigura
Abençoa-me ou maldiz-me. Rogo-te todavia:
Não entres tão docemente nessa noite linda.
Clama, clama contra o apagar da luz que finda.

Dylan Thomas, ao saber que o seu pai morria (tradução livre)

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.